Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Saber nunca é demais
e não ocupa espaço

Arquivos da categoria: Artigos

Emigração italiana é tema de livro de biriguiense

Depois de 12 anos de pesquisa e mais dois de elaboração, o livro "Sangue Italiano - A Saga de Duas Famílias na Emigração", do biriguiense Domenico Spano, 42, será lançado em dois eventos. O primeiro acontece nesta quinta-feira (4), em Birigui, na Biblioteca Pública Municipal "Dr. Nilo Peçanha", às 19h30; e o segundo, será realizado na segunda-feira (8), em São Paulo, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional (Av. Paulista).

Trata-se do livro de estreia de Spano, que é formado em Direito e trabalha no segmento imobiliário. Nascido em Birigui em 1974, viveu um tempo na Itália, em 2004, e mora na capital há paulista há dez anos. O livro traz como tema não só a história de seus antepassados, mas traz alguns detalhes sobre períodos históricos em que viveram.

"Resolvi escrever este livro para registrar, mesmo que de forma resumida, a história das minhas famílias italianas, de modo a eternizar nossas origens, deixando às nossas gerações vindouras esse presente; também quero despertar em toda a comunidade italiana no Brasil, a sua italianidade e o resgate das origens em suas famílias, que na maioria absoluta dos casos, está esquecida lamentavelmente", comenta.

Conhecendo a Itália com Domenico Spano

Desta vez vamos acompanhar, em vídeo (abaixo), as aventuras de Domenico Spano pela Itália, terra de suas duas famílias (paterna e materna) e onde ele morou por um ano para realizar um sonho de criança e fazer pesquisas históricas e genealógicas que resultaram no livro “Sangue Italiano – A saga de duas famílias na emigração”, de sua autoria. Mas a matéria não ficaria completa se não registrássemos, aqui, algumas fotos por ele fornecidas, bem como suas respectivas legendas, através das quais podemos, além de visualizar belas imagens, aprender um pouco mais sobre a história do lugar e, quem sabe, começar a planejar nossa próxima viagem.

“Na foto 1 podemos observar, no lado esquerdo superior, a famosa Torre Pendente de Pisa, seguida da espetacular Fontana Di Trevi, em Roma, onde foi gravado, na década de 50, o filme “La Dolce Vita”, com Marcello Mastroianni; abaixo, à esquerda, a fachada de Pantheon (Panteão), primeiro templo romano erguido antes de Cristo e que permanece intacto até os dias de hoje; e, à direita, a Piazza San Pietro (Praça de São Pedro), no Vaticano, cujo obelisco, ao fundo, marca o lugar onde o apóstolo Pedro foi crucificado de cabeça para baixo”.

“A foto 2 mostra, da esquerda para a direita, e de cima para baixo: o anfiteatro Flavio, ou Colosseo (Coliseu) romano; a Ilha de Capri, conhecida por ser destino de turismo de luxo na Europa e de onde o imperador Tibério governou Roma, nos anos 30 D.C, quando já no fim da vida (ainda hoje é possível ver parte das ruínas de sua villa e seus palácios); em Irsina, minha cidade paterna, com a La Cattedrale ao fundo; depois, parecida com um mini coliseu, a quarta imagem mostra a arena de Pompeia (que foi umas das cidades soterradas pelo vulcão Vesúvio no ano 79 D.C e onde Spartacus lutou como gladiador); a quinta imagem, de Venezia (Veneza), com suas famosas gôndolas, dispensa legenda; e, por fim, o Porto di Napoli”.

“Na foto 3, do lado esquerdo, acima, estou diante da secular Ponte Vecchio, sobre o rio Arno, em Firenze (Florença), lugar onde viveu Leonardo Da Vinci, por volta de 1500, época em que a ponte já existia; abaixo, na boca do ainda ativo vulcão Vesúvio, que soterrou as cidades de Pompeia e Herculano, a qual tem mais de 1800 metros de altura e solta uma constante fumaça com odor de enxofre; do lado direito, na cidade de Savoca, na Sicília, o “Bar Vitelli”, que foi cenário do filme “O Poderoso Chefão”, onde o personagem de Al Pacino, Michael Corleone, pede ao Sr. Vitelli, dono do bar, autorização para conhecer sua filha Apolonia. O lugar encontra-se, hoje, da mesma forma que estava na época do filme, em 1972, e é ponto de visitação turística na ilha”.

por Domenico Spano